É com o objectivo de partilhar conhecimentos e promover um espaço de reflexão em torno da temática da engenharia genética e suas implicações éticas que surge este espaço web.

sábado, março 18, 2006

Suécia quer regulamentar pesquisa em clonagem terapêutica

O governo sueco anunciou nesta quinta-feira que enviará um projecto de lei ao parlamento para regulamentar as pesquisas sobre a clonagem humana para fins terapêuticos.O projecto de lei prevê também, o veto à clonagem reprodutiva.
O objectivo é fazer o país avançar na pesquisa com células-tronco, uma das questões mais avançadas e polémicas da biotecnologia. Células-tronco são células neutras que ainda não possuem características que as diferenciem como uma célula da pele ou do músculo, por exemplo. Essa capacidade em se diferenciar noutros tecidos tem chamado a atenção dos cientistas.
Muitos estudos têm mostrado que as células-tronco podem recompor tecidos danificados e, assim, teoricamente, tratar um infindável número de problemas, como alguns tipos de cancro, o mal de Parkinson e de Alzheimer, doenças degenerativas e cardíacas ou até mesmo fazer com que pessoas que sofreram lesão na coluna voltem a andar.
As células-tronco mais potentes são aquelas extraídas de embriões, pois podem se desenvolver em praticamente qualquer tecido do corpo. Só que, para evitar rejeições, o melhor seria utilizar um embrião clonado do próprio paciente. Este procedimento apenas não serve para pessoas portadoras de doenças genéticas. Actualmente, a Suécia é líder na pesquisa desta área. Apenas a Universidade de Gotemburgo tem a patente de 19 linhagens de células-tronco, a maior do mundo.